Revista Urominas

Cistite Enfisematosa: Relato de Caso e Revisão de Literatura

Introdução Infecções do trato urinário são frequentes em todas as faixas etárias; predominam em mulheres de meia idade, sendo queixa comum no consultório médico.1 A cistite enfisematosa (CE) foi identificada pela primeira vez por Bailey em 1961, em exame de autópsia. É caracterizada pela presença de gás dentro ou ao redor da bexiga (por exemplo,…

Continue Reading →

Tratamento de Estenose Ureteral Complexa, com as Técnicas de Psoas-Hitch e Retalho de Boari por Videolaparoscopia. Relato de Caso e Revisão da Literatura

Introdução As causas mais comuns de estenose ureteral incluem lesão iatrogênica, compressão extrínseca, neoplásica, cálculos, distúrbios congênitos e idiopáticos.1,2 Os procedimentos endoscópicos e laparoscópicos pélvicos complexos são em geral as principais causas das estenoses. A tuberculose geniturinária ainda é prevalente em países em desenvolvimento, incluindo o Brasil, e isso tem sido demonstrado como uma causa…

Continue Reading →

Miíase Peniana por Dermato Biahominis: Relato de Caso

INTRODUÇÃO Miíase é uma infestação de hospedeiros vertebrados por larvas de moscas que se alimentam de tecido vivo, líquidos corporais ou alimento ingerido(1). Entomologicamente, podem ser divididas em três classes: parasitas obrigatórios de tecidos vivos para desenvolvimento larval; parasitas opcionais, cujas larvas geralmente se desenvolvem em tecidos em decomposição, mas podem invadir feridas; e miíases…

Continue Reading →

Acesso Trimodal na Abordagem da Litíase Complexa em Paciente com Rim em Ferradura

INTRODUÇÃO O Rim em Ferradura (RF) é uma das anomalias de fusão renal congênitas mais frequentes, com incidência de 1:400 a 1:500 nascidos vivos. Os cálculos renais são frequentes em pacientes adultos com RF, sendo cerca de 60% a incidência (1).Por se tratar de anomalia anatômica, a nefrolitíase no RF é desafiadora ao Urologista, mesmo…

Continue Reading →

Lesão Ureteral Iatrogênica Durante Heniorrafia Inguinal

Introdução Lesão ureteral traumática é rara e frequentemente ocorre no intraoperatório, mais como lesões iatrogênicas (80%) do que lesões externas (20%), e; representam menos de 1% das lesões geniturinárias traumáticas por causas externas. Lesões ureterais iatrogênicas podem ocorrer após diversos procedimentos cirúrgicos, como histerectomia (54%), cirurgia colorretal (14%), cirurgia pélvica de ovário e bexiga (8%),…

Continue Reading →

Tratamento Cirúrgico do Linfedema Penoescrotal

INTRODUÇÃO O linfedema penoescrotal (LP) é classificado em primário (idiopático ou congênito), quando há formação aberrante do sistema linfático, ou secundário (obstrutivo) a trauma cirúrgico, radioterapia, infiltração maligna, doenças venéreas ou infecções parasitárias. Trata-se de uma condição limitante que afeta negativamente a qualidade de vida e a autoestima do paciente, com prejuízo a deambulação, micção,…

Continue Reading →

As Revoluções Cirúrgicas ao Longo das Eras

INTRODUÇÃO O termo cirurgia provém do latim chirurgia, que o tomou do grego kheirourgia, de kheír, mão eérgon, trabalho. Portanto, etimologicamente, cirurgia significa trabalho manual (1). De acordo com a linguagem tradicional, cirurgia é definida como o ramo da medicina que se dedica ao tratamento de enfermos por meio de operações (2). Segundo Aristóteles, devemos…

Continue Reading →

Anestesia Peridural Versus Anestesia Geral no Manejo de Nefrolitotripsia com Acesso Percutâneo Lateral

ABSTRACT Introduction: Percutaneous nephrolithotripsy (NLP) is one of the main forms of treatment of bulky kidney stones. It is usually performed through posterior approach, in a horizontal position of ventral decubitus. The lateral percutaneous access, made with the patient in a position of horizontal dorsal position, offers advantages of positioning and allows the accomplishment of…

Continue Reading →

Protocolo de Abordagem das Obstruções Ureterais Malignas do Instituto Mário Penna

ABSTRACT Malignant Ureteric Obstruction (MUO) is a life-threatening condition caused by an advanced abdominal or pelvic neoplasm. The progression to chronic kidney disease (CKD), along with metabolic disorders and associated infection can lead to death. Overall survival (OS) is poor, around 7 months. As an oncology reference institution in Brazil, Mario Penna Institute has a…

Continue Reading →

Diagnóstico Incidental de Aneurisma de Aorta Abdominal e de Artérias Ilíacas em Pacientes Submetidos a Ultrassonografia de Próstata

ABSTRACT The aneurysm is defined by permanent, localized dilatation of at least 50% of the diameter of an artery. Abdominal aortic aneurysms (AAA) are the most prevalent within this group. They are most commonly found in older, males, smokers, and individuals with a positive family history of aneurysm. They may be asymptomatic, often detected through…

Continue Reading →

Condições Urológicas que Levaram à Doença Renal em Estágio Terminal em Crianças e suas Implicações Pós Operatórias

INTRODUÇÃO A prevalência de doença renal terminal (DRT) é de quatro a seis por milhão (1-3). As crianças afetadas sofrem não só os efeitos da doença subjacente, mas também de outras condições associadas, como infecções, déficits nutricionais, problemas cardiovasculares, osteoporose e déficit de crescimento. A hemodiálise (HD) e a diálise peritoneal (DP) são terapias de…

Continue Reading →

Epidemiological Aspects of Penile Cancer in Minas Gerais: Evaluation of 55 Cases from Two Referring Hospitals

ABSTRACT BACKGROUND: Penile cancer is an uncommon neoplasm, usually found in populations with low income and education. Although about 80% of all cases can be cured, the treatment for this disease has devastating consequences for the patients, and public task has to be taken in order to minimize this health problem. The aim of this…

Continue Reading →

Hérnia Inguinal de um Divertículo de Bexiga Encarcerado

Introdução A incidência de hérnia inguinal no adulto é alta, com predominância no sexo masculino 9:11. Hérnia inguinal contendo estruturas vesicais é uma condição extremamente rara, variando entre 0,36%2 e 1% a 3%3 das hérnias. Sua incidência é maior em homens obesos acima de 50 anos. Em vista da sintomatologia escassa, 77% delas são diagnosticadasno…

Continue Reading →

Carcinoma Renal Sarcomatóide com Estadiamento T2n0m0 em Paciente Jovem: Explanação de um Raro Caso

Introdução O carcinoma de células renais (CCRs) representa cerca de 3% de todas as neoplasias no adulto. Um de seus subtipos é o raro carcinoma renal sarcomatóide (CRS), que compreende 1-3% dos carcinomas renais em adultos. Trata-se de uma neoplasia agressiva, mais comum no sexo masculino e na quinta década de vida1. É um tumor…

Continue Reading →

Leiomioma Vesical

RESUMO O Leiomioma de bexiga é um tumor raro. No entanto, é o tumor benigno vesical mais comum. Pode apresentar se intravesical/submucoso, intramural ou extravesical/subseroso (63%, 7% e 30% respectivamente). Apesar de múltiplos exames de imagem contribuírem para a investigação diagnostica, a confirmação deve sempre ser realizada através de exame anatomopatológico, para excluir leiomiossarcoma. A…

Continue Reading →

Metástases Penianas: Relato de Dois Casos e Revisão da Literatura

Introdução O primeiro relato de metástases penianas foi apresentado por Eberth em 1870 e era secundário a um carcinoma retal¹. Desde então, aproximadamente 500 casos foram descritos na literatura. Os tratos geniturinário e retossigmoideo são os sítios primários mais frequentes de metástases penianas1-2. Neste artigo, serão relatados dois casos de metástases penianas de um paciente…

Continue Reading →

SEG – Síndrome de Embolia Gordurosa em Paciente em Uso de Testosterona

RELATO DE CASO O artigo relata o caso do paciente AJS, 48 anos, com quadro de hipogonadismo. O paciente é portador da Síndrome de Klinefelter (KS), em uso de Terapia de Reposição de Testosterona ( TRT) há aproximadamente 6 anos, sem intercorrências. Atualmente estava em uso de 1000 mg de undecanoato de testosterona, a cada…

Continue Reading →

Schwannoma Ancião na Região Pélvica: Abordagem Laparoscópica

Introdução O presente caso ilustra a abordagem laparoscópica para o tratamento de um caso de massa pélvica diagnosticada incidentalmente, representada por uma afecção neurológica pouco comum na prática urológica. Relato do caso Trata-se de paciente do sexo masculino, com 72 anos de idade, que recebeu diagnóstico incidental de massa nodular em região pélvica esquerda em…

Continue Reading →

Nefroblastoma Extra-renal em Região Inguinal Direita: Relato de Caso

INTRODUÇÃO O nefroblastoma são tumores renais também conhecidos pelo epônimo Tumor de Wilms (TW) em homenagem ao médico alemão Max Wilms. Este profissional apresentava profundo conhecimento em patologia e embriologia e ajudou na descrição da doença e no desenvolvimento de tratamentos1. O tumor de Wilms ou nefroblastoma é o tumor maligno mais comum do trato…

Continue Reading →

Tratamento Cirúrgico da Elefantíase Genital, um Relato de Caso e Revisão da Literatura

INTRODUÇÃO A elefantíase escrotalé uma doença causada por obstrução, aplasia ou hipoplasia dos vasos linfáticos que drenam o escroto (1). Recentemente foi descrito, em relato de séries de caso, que o tratamento do linfedema penoescrotal cirúrgico, com a plástica escrotal e peniana, proporciona ao paciente melhora funcional e estética genital(2). Uma das técnicas mais comuns…

Continue Reading →

Leiomiossarcoma de Próstata Secundário a Radioterapia: Relato de Caso e Revisão da Literatura

Introdução Os sarcomas são tumores malignos raros, correspondendo a 1% das neoplasias malignas em adultos. Originam-se a partir de tecidos mesenquimais e tem capacidade de diferenciação tecidual, por exemplo para músculo liso ou estriado, tecido adiposo e fibroso, osso e cartilagem. Seu aparecimento está associado a fatores genéticos, quimioterapia, carcinógenos químicos, infecções virais e radioterapia…

Continue Reading →

Adenocarcinoma Mucinoso em Neobexiga Ortotópica Após 13 Anos

INTRODUÇÃO Cistectomia radical com dissecção linfonodal é o tratamento padrão ouro para tumores invasivos de bexiga. A utilização de segmentos intestinais para a reconstrução do trato urinário já está incorporada no tratamento da neoplasia maligna de bexiga, porém os riscos potenciais a longo prazo devem ser considerados (1). O desenvolvimento de lesões malignas secundárias em…

Continue Reading →

Tratamento de Priapismo Intermitente com Finasterida

INTRODUÇÃO Priapismo intermitente (PI) é uma forma incomum da variante isquêmica, com maior prevalência em pacientes com doença falciforme. Diferentes abordagens terapêuticas têm sido propostas com a finalidade de prevenir a recorrência dos episódios, entretanto não há consenso em relação ao melhor tratamento. O objetivo deste trabalho é determinar a efetividade da finasterida na prevenção…

Continue Reading →

Hematúria Após Contato com Lonomia Sp.

INTRODUÇÃO Lepidopterismo é o conjunto de manifestações cutâneas e sistêmicas após contato com lagartas. Na maioria das vezes essas reações são leves e autolimitadas, porém, no caso de lagartas do gênero Lonomia, podem requerer suporte intensivo e intervenção médica imediata. Os sinais e sintomas mais graves incluem hematúria, sangramento gengival, epistaxe e falência renal. Hemorragias…

Continue Reading →

Pieloplastia Robótica em Paciente Pediátrico

INTRODUÇÃO Desde 1995, a pieloplastia laparoscópica é considerada uma alternativa minimamente invasiva à cirurgia aberta no tratamento da estenose de junção ureteropélvica (EJUP) em crianças. Devido à visão tridimensional, menor curva de aprendizado e melhor manipulação de instrumentos em procedimentos laparoscópicos assistidos por robô, a pieloplastia robótica (PR) tornou-se uma opção terapêutica emergente, especialmente nos…

Continue Reading →

Benefícios e Impactos da Utilização de Robô na Nefrectomia Parcial

INTRODUÇÃO O carcinoma de células renais representa a terceira neoplasia geniturinária mais frequente. É responsável por 3% dos tumores malignos do adulto e é o mais letal dos cânceres urológicos, com taxa de mortalidade de até 40%. A nefrectomia é a base do tratamento dos tumores malignos do rim, e a operação tem o objetivo…

Continue Reading →

Treinamento da Cirurgia Robótica Urológica

INTRODUÇÃO A cirurgia minimamente invasiva ganhou espaço desde a primeira colecistectomia videolaparoscópica, realizada na década de 80. Atualmente, a cirurgia robótica se apresenta como o que há de mais novo e promissor em termos de técnica minimamente invasiva. No entanto, na urologia, pacientes submetidos a cirurgias robóticas durante o período de aprendizagem do cirurgião ainda…

Continue Reading →

Prostatectomia Radical Assistida Por Robô

INTRODUÇÃO Segundo o Instituto Nacional do Câncer, estima-se que 68.220 pacientes foram diagnosticados com câncer de próstata no Brasil em 2018. Esse número expressivo de novos casos pode ser explicado por uma melhora no rastreamento da doença, que é feito pela dosagem sanguínea do antígeno prostático específico (PSA), associado ao exame dígito-prostático. Após a confirmação…

Continue Reading →

Cistectomia Radical e Suas Alternativas: Uma Análise Sóbria Sobre o Frenesi Robótico

INTRODUÇÃO A cirurgia robótica foi proposta para melhorar resultados operatórios e, após aprovação dessa plataforma em 2000, a abordagem foi adotada em diversos centros. Em Urologia, seu desfecho favorável na prostatectomia radical propiciou o advento de estudos sobre a aplicabilidade do método no tratamento de outros órgãos, como a bexiga. A cistectomia radical assistida por…

Continue Reading →
Top